quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

A MAGIA DA WELL'S

Este fim-de-semana marcámos presença num evento da Well's que teve lugar no Continente do Centro Comercial Colombo.
Lá fomos os três: eu, a Nô e o Baby S porque o Pai foi ver o Benfica. (Buuuuuuu!!! Eu e a Nô somos sportinguistas e o Pipoco também há-de ser)  Queríamos muito ter gravado um Vlog para o canal Mundo das Arrojinhas mas não deu mesmo porque só as duas para tomar de um bebé que não pára quieto não chega. Para uma tirar fotos e filmar a outra tem de estar sempre com ele, a agarrá-lo e a evitar que fuja. Felizmente apaixonou-se pelo urso da Nestlé (uma daquelas mascotes com uma pessoa lá dentro) e só queria estar agarrado a ele. Ora o que é que sucede? Sucede que este evento serviu para que o Bebecas assistisse pela primeira vez a um espectáculo de magia e, apesar do receio inicial, depois até gostou e fartou-se de bater palminhas todo contente. O evento tinha ainda pinturas faciais e balões para todos os meninos e meninas lá presentes. 





O evento da Well's aconteceu para apresentar ao público a maior campanha do ano dedicada ao Bebé e à Mamã. De 10 de Janeiro e até 5 de Fevereiro decorre a mais desejada campanha de 2017 (e Deus sabe como gostamos e precisamos de promoções, não é Mummys? Que isto de ter filhos é uma despesa do camandro). Esta campanha é dedicada ao universo da Mamã e do Bebé e oferece descontos exclusivos até 30% de desconto em cartão Continente nas melhores marcas, tais como Mustela, Chicco, Mitosyl, Bioderma, Uriage, Barral, Klorane e Halibut, assim como em tratamentos próprios para as recém-Mamãs nos Centros de Estética Well's que eu nem sabia que existiam. (não ligo muito a estas coisas, vou começando a ligar um pouco mais agora por causa do bloguinho). Agora dá-me um jeitão incrível porque faço as minhas compras de casa todas no Continente e compro imensas coisas para o Baby S na Well's. 

Eis o press release que recebi e que explica tudinho, passo a citar:

"No âmbito desta campanha, a Well’s celebrou uma parceria com a revista Pais & Filhos, especialista nos cuidados para bebés e mães, que participam no folheto Well’s através de dicas e sugestões úteis para o dia-a-dia. Os temas abordados vão desde o banho, cuidados da alimentação, hidratação da pele do bebé até aos cuidados para as mamãs.

A Well’s preocupa-se com as mães e os bebés portugueses desde o início do processo da gravidez, ao nascimento e pós parto. No âmbito da campanha, a Well’s dispõe ainda de vários produtos de marca própria vendidos em exclusivo nas suas lojas e com preços bastante acessíveis. Desde champô, gel de banho, creme hidratante e creme de rosto próprios para a pele de bebé, a toalhitas sem químicos ou perfumes, pomada muda fraldas, creme gordo, soro infantil e soutien para as mamãs. Todos os artigos são testados por laboratórios independentes, assegurando a qualidade e reforçando a confiança dos seus Clientes.

Também os Centros de Estética Well’s oferecem uma promoção especial no Plano de Tratamentos Pós- Parto, que ajuda as recém-mamãs a recuperar a forma depois da gravidez. Em pacotes de 10 sessões, estes tratamentos integram pressoterapia, crioterapia, massagens manuais e ginástica passiva a partir de 19,50€ por sessão, incluindo ainda uma consulta de nutrição gratuita.

Em qualquer loja Well’s, de norte a sul do país, as mamãs poderão fazer ainda uma “Lista de Nascimento” para que os seus familiares e amigos saibam que produtos adquirir para oferecer ao bebé. Ao aderir a esta iniciativa é possível ganhar um Cartão Presente Well’s até 20% do valor total da lista.
A Campanha do Bebé decorre também na loja online, em wells.pt, permitindo beneficiar de 10% de desconto em Cartão Continente sobre todas as promoções desta campanha."

A Família Pucaria
(Photo by João Bettencourt Bacelar)

Trouxemos ainda um sacão, o chamado Goodie Bag, cheio de produtos para bebé.
Eu sei que têm curiosidade em saber o que vem lá  dentro, eu também teria, por isso aqui vai:


Obrigada à Well's, foi uma tarde bem divertida ;)


Arrojinha*

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

O oito e o oitenta


   Meus amores... é isto. Tenho em casa um oito e um oitenta, o dia e a noite, dois filhos do mesmo Pai e da mesma Mãe, com a mesma educação e que não podiam ser mais diferentes um do outro.
   Tenho andado a pensar nisto porque, de facto, parece que sou Mãe pela primeira vez, é a sensação que tenho, juro! Estou a passar por coisas pelas quais nunca tinha passado e que achei que não ia passar mas já lá vamos.
   Ok, tenho uma menina e um menino mas caramba a casa é a mesma, as regras são as mesmas, as minhas entranhas são as mesmas e mesmo assim eles são completamente o oposto um do outro em quase tudo. E sim, é verdade que vamos pagando pela língua com o passar dos anos. Nunca fui muito de criticar os outros Pais e/ou as suas crianças mas, às vezes, há situações que enervam qualquer um e acabamos por soltar um "Se fosse meu filho..." Já me aconteceu, confesso mas até sou muito mente aberta em relação aos outros tipos de educação diferentes da minha, da que dou aos meus filhos. 
   Este fim-de-semana fomos brindadas (eu e a minha filha mais velha, a Nô) por uma birra e fita descomunal do Salvador em plena Loja Disney no Colombo. Entrámos lá para comprar uma mochila para o Baby S tipo trolley (que ele adooooora!) e, assim que entrámos, ele atracou-se a uma do Mickey. Ok. Eu já sabia que ele adora malas de viagem e de andar a passeá-las mas aquilo foi uma cena surreal. Atracou-se ao trolley e já não o largou. Por mim tudo bem, assim a escolha foi bem mais rápida e fácil e pudemos andar a passear pela loja sem aquelas mãozinhas maléficas a mexerem em tudo. Estava ocupado com o seu trolley. Tranquilo. Eis que não quando eu preciso do raio da mala para dar à senhora da caixa para que ela pudesse tirar o alarme. Aí soou o alarme soou mas foi o do Salva. Para além de começar a gritar e de se atirar para o chão ainda alçou da mão sapuda e tentou bater na irmã (que o estava a segurar) de tão irritado que ficou. Oi?? Menos por favor. O caganito tem apenas e só 15 meses, ou seja, 1 ano e 3 meses. A Nô lá se tentou defender e o ar da senhora da caixa foi mesmo aquele de "Tás bem fod*** tás. Não lhe ponhas a mão agora não que vais ver daqui a uns anos." Caraças, juro que era isso que ia na cabeça da senhora e das outras todas que estavam ali ao lado. Algumas meio divertidas do género "Ainda bem que não é o meu" mas outras mesmo tipo "Olha pra isto, tão pequenino e já tem ataques de fúria e bate na irmã... deve ser bonito lá em casa deve." Looooolllll!!!
   Não me chateia minimanente aquilo que os outros possam pensar de mim ou dos meus filhos mas óbvio que não quero que ele tenha mau feitio, só que tem, a verdade é essa. Quer dizer, se calhar não é bem mau feitio e ele está só a testar-nos. É como quando dizemos que não com cara séria, ele ri-se e só nos dá vontade de rir também. A senhora da caixa até foi rápida, demos-lhe logo a mala para a mão outra vez e lá foi ele todo contente em direcção à porta de saída. Agora imaginemos que eu não precisava da mala... nem quero imaginar o berreiro. 
   Isto tudo para pegar no assunto do início deste desabafo que é o facto de ter dois filhos tão mas tão diferentes. Vou tentar enumerar as diferenças por ordem cronológica:

                                

Mamou até aos 19 meses;
Nunca me mordeu;
- Nunca esteve internada;     
- Sempre detestou medicamentos e nem os xaropes a convencem, é um drama, um horror quando tem de tomá-los; 
- Tinha pavor do chuveiro no banho, não o podíamos usar, tínhamos de lavá-la com um baldinho da praia;
- Saía do banho na boa; 
- Sempre dormiu lindamente e só nos dava más noites quando estava doente; 
- Nunca fez birras; 
- Tinha pavor de mascotes, do Pai Natal e ainda hoje de palhaços;
- Nunca teve cólicas nem prisão de ventre;
- A chucha era a sua melhor amiga;
- Gatinhou muito pouco antes de andar;
- Mandava coisas para o chão uma vez, dizíamos que não e não voltava a mandar;
- Não era criança de mexer em nada em casa, tipo bibelots que temos nos móveis, velas...;
- Nunca meteu os dedos numa tomada nem tinha atracção por elas;
- Não gritava;
- Se começasse a correr e a chamávamos parava logo e vinha ter connosco;

Salva

- Mamou apenas até aos 5 meses;
- Tentou arrancar-me as maminhas à dentada; 
- Esteve internado antes de completar 1 mês devido a uma infecção urinária;
- Adora tomar medicamentos, se forem líquidos melhor ainda;  
- Gosta tanto do chuveiro que até abre a boca para sentir a água na língua;     
- Esperneia quando tem de sair do banho; 
- É raro dar-nos uma noite boa, acorda, faz birras, demora a adormecer... enfim; 
- Faz birras por tudo e por nada, especialmente quando é contrariado;  
- Adora mascotes, brinca e interage com elas, acho que quer trazê-las para casa;
- Sofreu imenso com cólicas e dificuldade em fazer cócó, nunca gastei tanto babygel na vida;
- Detesta chucha, nunca pegou;
- Fartou-se de gatinhar antes de começar a andar;
- Manda tudo para o chão e se dizemos que não ainda manda com mais força;
- Mexe em tudo, tudinho!
- Não pode ver uma tomada que parece um foguete disparado para ir lá pôr os dedos; 
- Grita por tudo e por nada;   
- Quando começa a correr bem podemos chamar por ele. Quanto mais chamamos mais ele foge.



Chega?? Tive uma Santa e agora tenho um diabrete em forma de Baby, eehehehehh!! Acho que se o tivesse tido primeiro talvez não fosse ao segundo... irra! Mas também têm coisas em comum deliciosas: são ambos divertidos e estão sempre a rir (O Pipoco só não pode ser contrariado), são muito meiguinhos e espevitados, adoram música e água. Vibram com animais e são muito curiosos com o que os rodeia. Gulosos os dois. Confesso que estou bem ansiosa pelas primeiras frases do Bebecas, olho para os olhinhos dele e sei que ele quer tanto falar! Faz um esforço enorme para se exprimir, para tentar dizer aquilo que quer, estica o braço todo e aponta com o dedinho indicador. A última palavra que aprendeu é "cócó", que orgulho!! Vai ser bonito quando ele conseguir explicar-se. Cheira-me que vou ter muitas Pérolas para partilhar....



Arrojinha*                     
   


quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

30-Março-2015
(8 anos e 7 meses)


Dislexia habitual

Continuo a achar que a minha filha é disléxica ou então só distraída e destrambelhada. Não sei o que será melhor.

Acabados de chegar da piscina a Nô pede ao Pai para ainda ir à praia jogar vólei. O Pai pergunta-lhe:

- Mas vais mesmo jogar?
- Sim Pai!
- responde ela - não vou ficar só ali "espancada" a olhar!

(Acho que tá na altura de explicar-lhe que "especada" e "espancada" são duas coisas bem diferentes.)



Arrojinha*

25 de Março de 2015
(8 anos e 6 meses)

Hormonas Ortigonas

Estávamos sentadinhas no sofá a ver a nova novela da TVI, A Única Mulher e, finalmente, as personagens da Ana Sofia Martins e do Lourenço Ortigão (Mara e Luis Miguel) beijam-se com muita intensidade. Isto já andava ali num clima de tensão que valha-me Deus! A Nô, que tem acompanhado de perto a novela, uma vez que é super fã do Lourenço, deixa escapar com alguma tristeza e inveja ao mesmo tempo:

- Ai Ana Sofia, quem me dera estar no teu lugar......

(Hormonas palpitantes a funcionar! É tão bom sonhar, não é?)



Arrojinha*

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

14-Março-2015

Pérola Alheia


Lisboa. Tarde quente. Famílias com crianças pequenas no parque. Numa esplanada, na fila para pedir, estão atrás de mim uma Mãe e uma filha pequena, uns 5 anos talvez.
Pergunta a menina:
- Mãe há gelados?
- Não sei querida.
- Há "eucalipto" de morango?


LOOOOOOLLLLLL!!!!!!



Arrojinha*
13-Março-2015

Aniversário da Rádio Comercial

Em dia de aniversário da nossa Rádio temos sempre uma festa com bolo para os nossos ouvintes, gostamos de celebrar com todos os que fazem desta Rádio a mais ouvida em Portugal. Neste dia, entro na rádio e diz-me o Tó, um dos nossos seguranças:

- Arroja tens aqui um livro para autografar.
- Ai sim? O meu? (Pareceu-me uma pergunta tão óbvia, visto que hoje uma ouvinte que nos veio cantar os parabéns trouxe um livro das Pérolas Mini-Arrojadas para eu assinar)
- Não não... (Responde o Tó com o ar mais sério do Mundo) O outro, aquele da moda... As 50 Sombras.

REALLY??

Perguntam vocês: "E assinaste?"
Respondo eu: "Claro!"

Isto só a mim mesmo.


Arrojinha*

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

02-Março-2015
(8 anos e 6 meses)

Burrices

A Nô e as suas perguntas:

Nô- Mãe és burra ou esperta?
Eu- Gosto de pensar que sou esperta, porquê?
Nô- Então sabes qual é a maior palavra do Mundo?
(Caramba, lixou-me!)
Eu- Não, não sei... mas talvez uma daquelas compridas tipo otorrinolaringologista, sei lá...
Nô- Não! É arroz.
Eu- Arroz?? - pergunto incrédula.

Nô- Sim, arroz. Começa em A e acaba em Z.

(Daaaaah!! Também podia ser avestruz. Toma! Mas só me lembrei agora, na altura fiquei tipo "Oi?" Leonor 1 - Mãe 0)


Arrojinha*